Nesta segunda-feira, 23 de dezembro, o ex-deputado estadual Luciano Nunes (PSDB) publicou um vídeo em suas redes sociais mostrando a situação atual do Hospital Regional Justino Luz, localizado na cidade de Picos, região Sudeste do Piauí.

As imagens mostram que não há espaço para acomodar os pacientes que chegam à unidade hospitalar, que esperam atendimento deitados no chão, em cima de papelões revelando uma situação de calamidade.

O narrador do vídeo ainda mostra pessoas esperando por atendimento do lado de fora do hospital, alguns sentados e outros deitados na calçada.

“Essa é a realidade do hospital regional de Picos, nesse momento. Olha como é que o povo está sendo atendido. Triste. Cadê o governo do Piauí?”, questiona o narrador.

A FUNDAÇÃO PIAUIENSE DE SERVIÇOS HOSPITALARES EMITIU UMA NOTA SOBRE O VÍDEO:

A Fundação Estatal Piauiense de Serviços Hospitalares esclarece a todos cidadãos da macrorregião de Picos, que está empenhada em atender de maneira satisfatória a população que necessita dos serviços do Hospital Regional Justino Luz.

Sobre as imagens que circularam em redes sociais, destacamos que em razão das festividades de final de ano, junto ao fato da maioria dos hospitais de pequeno porte da região estarem fechados ou de recesso, a procura pelo Hospital Justino Luz foi bastante superior a média, superando a capacidade instalada do hospital.

Os vídeos se referem a um momento pontual e atípico, e que logo em seguida, de maneira ágil e eficiente, a direção do hospital conseguiu acomodar os pacientes que estavam em locais impróprios. 

Importante salientar que a responsabilidade pelas reformas do hospital, bem como, pelo fornecimento de equipamentos é da Secretaria de Estado da Saúde.

Sensíveis ao problema, e buscando uma solução de maneira rápida, a fim de evitar que problemas semelhantes ocorram novamente, nesta segunda-feira o secretário da Saúde, Florentino Veras, e o presidente da FEPISERH, Welton Bandeira, estarão reunidos com o objetivo de  tratar sobre a conclusão da obra do Pronto de Socorro e da ala de enfermarias, e planejar o cronograma para a abertura do Centro de Parto Normal e da Casa da Gestante do Hospital Regional Justino Luz.

Comentários Facebook