28.2 C
Bom Jesus

Sesapi retoma cirurgias e consultas eletivas pelo SUS e fará mutirões

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) informou nesta quinta-feira (10) que o Comitê de Operações Especiais (COE) decidiu pela “retomada das cirurgias e consultas eletivas nos estabelecimentos públicos e privados no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde) no Piauí”. A Sesapi fará o levantamento exato da quantidade de cirurgias eletivas que ficaram suspensas devido a pandemia da Covid-19. A previsão de que o levantamento tenha de sete a 10 mil cirurgias em espera. Mutirões serão realizados para zerar algumas demandas o mais rápido possível.

O superintendente de Gestão da Rede de Média e Alta Complexidade da Sesapi, médico Alderico Tavares, esclarece que, inicialmente, a retomada, a partir desta semana, será de “50% para consultas e exames e 30% da capacidade de cirurgias, podendo ser ampliadas de 15 em 15 dias, para 50%, 75% e 100%. O atendimento segue a fila de espera, com aqueles que já estavam com as consultas, exames e cirurgias agendas, desde a paralisação”.

“Essa abertura estabelece tanto os serviços da rede estadual bem como os serviços privados contratualizados com o SUS. Essa portaria tem âmbito estadual, atingindo tanto os hospitais locais como os hospitais regionais, bem como os principais hospitais da capital: tanto o Hospital Getúlio Vargas como o Hospital Infantil (Lucídio Portela), o (Hospital) Natan  Portela, o Hospital da Polícia Militar  e a Maternidade Evangelina Rosa”.

Com a liberação a partir desta semana, a Sesapi ressalta que “o crescimento será gradativo no decorrer de cada quinzena e de acordo com a diminuição dos casos da Covid-19. As unidades de saúde têm obrigação de cumprir as medidas de prevenção ao novo coronavírus”.

“Vale salientar que haverá avaliações periódicas do perfil epidemiológico da pandemia e que esse retorno será gradual, de acordo com as filas existentes antes da pandemia. O acesso às consultas eletivas seguirão os trâmites normais existente: a procura pela assistência bem como a marcação de consulta com o especialista. Quem já estava com a sua consulta marcada antes da pandemia, a fila está sendo requalificada pelo municípios para que possamos ter, realmente, a verdadeira quantidade de demanda reprimida existente “.

A Sesapi também informa que “o atendimento não será de livre demanda e necessita de prévio agendamento, sendo respeitada a fila de espera da regulação”. Nas consultas eletivas, os pacientes devem chegar com 15 minutos de antecedência e deixar o local assim que receber o atendimento.

O secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, pede cautela à população nesse processo de retomada, ” evitando levar acompanhantes para as consultas e só utilizando dos mesmos em casos necessários como crianças, idosos, portadores de necessidades especiais e pacientes com baixa capacidade de locomoção”.

Sem visitas 

“A portaria assinada pelo secretário também determina o não recebimento de visitas durante internações e período de recuperação, restringindo contato às pessoas estritamente necessárias”, acrescenta a Sesapi.


Fonte: Cidade Verde

Mais Lidas

Polícias Civil e Militar prendem traficantes em Bom Jesus.

A ação integrada das Polícias Civil e Militar de Bom Jesus resultou na prisão de um casal traficantes, na apreensão de um menor de...

Gusttavo Lima é censurado e decide não fazer mais lives, CONAR aponta irregularidades nas transmissões

A declaração foi feita horas depois do músico virar alvo do Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária), que apontou irregularidades nas propagandas de bebidas...

Adolescente de 15 anos morre afogado em barragem no Piauí

O jovem Lucas de Jesus Almeida, de apenas 15 anos, de família de Campo Grande do Piauí, morreu vítima de afogamento no início da...

Sindicato denuncia cortes de horas extras e cobra adicional de periculosidade igual para todos durante pandemia

A Direção do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde Pública do Piauí (SINDESPI) em reunião na última quarta-feira (15/04) com o diretor do...