A Secretaria da Saúde iniciou o repasse para os municípios, dos recursos referentes ao cofinanciamento da Saúde e dos Hospitais de Pequeno Porte (HPP), cumprindo a primeira parcela da negociação feita com a Associação Piauiense de Municípios (APPM) no começo desta semana. Com isso, foram injetados nos municípios R$ 16,5 milhões, sendo mais de R$ 2,6 milhões só para Teresina. O Estado deve R$ 142 milhões aos municípios.

As transferências do cofinanciamento estão sendo realizadas para as contas dos Fundos Municipais de Saúde e para as contas dos Hospitais de Pequenos Portes. “Dessa forma o estado do Piauí cumpre com esse compromisso de sanar esse passivo”, afirmou secretário Florentino Neto.

O gestor explica ainda que os recursos foram transferidos pela Secretaria de Fazenda do Piauí (Sefaz) para a conta da Sesapi.

“A Sefaz fez a transferência para a Secretaria de Saúde, que por sua vez está procedendo as transferências para as respectivas contas municipais. É uma forma de resolvermos esse problema, com a predisposição de que possamos definir uma nova modalidade de cofinanciamento para o futuro, que seja mais adequada para a construção de um Sistema Único de Saúde (SUS) cada vez mais forte”, declara o secretário.

A Secretaria de Fazenda realizou um planejamento para que todo o cronograma de parcelamento seja rigorosamente cumprido.

Uma reunião foi realizada nesta semana entre os prefeitos e a Sesapi para que um acordo para sanar os atrasos fossem realizados. No evento, o prefeito Firmino Filho chegou a dizer que o Estado estava querendo dar “um calote” nos municípios.


Fonte: cidade verde

Comentários Facebook