“Lixão nunca mais”. Com esta frase, o prefeito de Gilbués, Léo Matos, informa que já está sendo retirado o lixão a céu aberto. O próximo passo da gestão será o uso de uma vala sanitária provisória até que se conclua o aterro sanitário definitivo da cidade.

A área fica a 11 km da zona urbana, longe de nascentes, da rodovia e de povoados. Ressalta o prefeito: “É um local propício para a construção do aterro sanitário. No momento oportuno, a localização exata será divulgada à população”. Na visita ao atual depósito de lixo, Léo Matos, disse que não vai tolerar mais um lixão nos moldes atuais e que o aterro sanitário é uma obra necessária e urgente.

O prefeito complementa que a conscientização ambiental da população é o passo inicial para que a comunidade se inteire melhor sobre o aterro sanitário.

“O melhor local para trabalhar consciência sobre o meio ambiente é a escola, os estudantes têm um talento enorme para convencer os familiares, os vizinhos e a comunidade sobre a importância de se cuidar do meio ambiente. Vamos começar na sala de aula, sugerindo aos educadores que desenvolvam projetos nesse sentido, e em seguida vamos para as associações comunitárias, os grupos religiosos, enfim, vamos promover campanhas de conscientização ambiental em todo o município”, destaca o gestor.

Portal Ponto X 2019 – Conectando o Sul do Piauí. Siga-nos no Facebook @portalpontox no Instagram portal_pontox e no Twitter @PortalPontoX

 

 

Comentários Facebook