28.2 C
Bom Jesus

População fecha rodovia no Sul do Piauí para protestar contra falta de água

O município está alguns dias sem água.

População do município de Parnaguá realizou na manhã desta quarta-feira (28), uma manifestação na PI-255. Com veículos contendo faixas de protesto, a principal entrada da cidade foi totalmente fechada e nenhum veículo foi autorizado a passar.

Com paredões de som apoiando o movimento, a população pôde se manifestar, dar testemunho do difícil dia-a-dia sem água, e exigir solução das autoridades competentes, principalmente a Agespisa, que mensalmente envia os boletos com taxas para as unidades consumidoras, inclusive negativando o nome daqueles que não pagam.

Uma das manifestantes, Dona Berenice, moradora do bairro Ladeira, foi uma das que falou em nome dos moradores. “Nós não “tem” água dia sim dia não, é todo dia sem água! É 100 litros uma vez, 500 litros outra vez, não tem água pra banhar, não tem água pra beber, não tem um pingo de água na Ladeira, a nossa lagoa secou, como é que nós vamos viver, ninguém vive sem água, a gente exige que a Agespisa resolva essa situação, nós estamos cobrando porque nós estamos precisando!”.

A promotora de Justiça Gilvânia Alves Viana, que também foi impedida de passar com o seu veículo no bloqueio, falou à população e frisou o acordo firmado pela Agespisa junto ao Minisitério Público, que inclui a disponibilização de mais um carro pipa para auxiliar no abastecimento emergencial das residências, a instalação da rede elétrica junto a 3 poços já perfurados e sua posterior ligação com a rede de abastecimento e a ligação na rede de 2 poços perfurados pela Agespisa em terrenos particulares. “Tudo isso num prazo de 30 dias, período no qual o sistema de rodízio vai permanecer. Depois disso voltaremos a nos reunir para verificar o andamento do acordo”, colocou.

Neste momento, 10h30 da manhã, a concentração de pessoas ainda continua grande. Segundo os manifestantes, o bloqueio não tem prazo para acabar e nenhum veículo está sendo autorizado a passar, como um ônibus da Transpiauí, o qual todos os passageiros desceram para seguir à pé após o bloqueio. “A Agespisa já deveria ter trazido um carro pipa, de acordo com o acordo com o Ministério Público, e até agora nada. Esse protesto não tem hora pra acabar”, reiterou uma das manifestantes.


Fonte: Portal Corrente

Mais Lidas