Foto: Equatorial Energia realiza cortes de árvores em Palmeira do Piauí (créditos: Erick Carvalho)

A população do município de Palmeira do Piauí, região Sul do estado, está revoltada e denunciando nas redes sociais o desmatamento descontrolado e sem autorização dos proprietários, realizado pela Equatorial Energia, concessionária de distribuição de energia do Piauí.

A Equatorial Energia divulgou uma nota de manutenção e ampliação na rede elétrica do município, mas, segundo os moradores não foram informados do desmatamento que empresa faria em suas propriedades na zona rural do município.

Arvores centenárias como Ipês, Cajueiros e Buriti, essas duas últimas são na maioria a principal fonte de renda dessas famílias. Segundo os moradores o desmatamento é ilegal pois eles não foram informados e nem autorizaram os cortes que, além dos inúmeros prejuízos para a natureza existe também um grande prejuízo às famílias que dependem do buriti e do caju para o sustento.

De acordo com Auricéia, da localidade Salina, somente em sua propriedade, foram mais 30 árvores cortadas. Um prejuízo incalculável. Na propriedade do senhor, José Lemos, que fica a 3 km de distância da sede, foram dezenas de árvores cortadas, inclusive buritizeiros. Árvores que estavam às margens de um riacho que corta a sua propriedade.

“Um serviço péssimo e mal feito que não pode ficar assim, um grande prejuízo, pois somente em minha roça foram mais de 30 cajueiros cortados pelo tronco, isso é um crime não só contra os moradores mas também contra a natureza”. Disse a moradora.

Ainda segundo informações dos moradores do município, eles irão marcar uma reunião para discutir o desmatamento e levar o caso às autoridades competentes.

Procurada pela Redação do Ponto X, a assessoria de comunicação da Equatorial Energia, informou que vai apurar o caso.

Veja as fotos: 

Comentários Facebook