O empresário e ex sócio de Thullio Milionário, Cirilo Pereira Luz, também conhecido por (Neto), que é da cidade de Palmeira do Piauí, região Sul do estado, está processando o cantor que canta “Forró Beijando”.

De acordo com Cirilo, o cantor rompeu a sociedade de modo súbito e deixou de repassar uma quantia em torno de R$ 5 milhões em shows já agendados. Para averiguar as quantias exatas, Cirilo informou que vai pedir a quebra de sigilo bancário e fiscal das contas do cantor.

A ação do empresário pode mexer com mais gente que o cantor do “Forró Beijando”. Havendo disparidade entre o que foi devidamente pago para a equipe de Thullio e aquilo que foi fechado com as prefeituras, pode indicar superfaturamento, caixa dois e pagamento de propina.

Thulllio Milionário, diz que rompeu o contrato pois o ex sócio e empresário Cirilo, estava ficando com todo o dinheiro dos shows. E por isso, procurou outra empresa para administrar sua carreira. O cantor está oferecendo um acordo de R$ 500 mil ao empresário, que não aceitou. Thullio, diz que vai entrar na justiça contra o ex sócio.

Thulllio Milionário, irá realizar show em Bom Jesus, Sul do Piauí, dia 19 de dezembro. Cidade onde o ex sócio tem empresas. A Redação do Ponto X, irá entrar em contato com o cantor para falar sobre o caso.

A cantor faturou de março a novembro de 2019 mais de 9 milhões, fora os contratos já celebrados para o mês de dezembro, e segundo seu ex sócio, ele deixou de repassar ao algo em torno de R$ 5 milhões.

Thulllio Milionário, esteve em Brasília acompanhado do seu advogado e, em reunião com Cirilo Pereira Luz, ofereceu um valor de R$ 500 mil como proposta para encerrar o conflito. O ex sócio não aceitou a proposta. O empresário diz que foi lesado e fez uma notificação extrajudicial, via Cartório do DF, através da qual abre a possibilidade de conciliação, sob pena de judicialização.


Fonte: (R7 e Polêmica Paraíba)

Comentários Facebook