28.2 C
Bom Jesus

Nota de esclarecimento da ‘Maranata Produções’ sobre Live em Bom Jesus

O empresário Ronaldo, da Maranata Produções, vem a público esclarecer os seguintes fatos:

Devido as restrições com direitos autorais, só podem se apresentar no Canal do cantor “Biu do Piseiro”, os artistas do Casting (elenco), ou seja de sua própria empresa. Sendo necessário portanto que os artista locais, de Bom Jesus e região, se apresentem em outro canal.

Este fato foi uma recomendação judicial de última hora para que a transmissão não fosse interrompida pelo Youtube. E por tanto não permitiu avisar os artistas locais com antecedência.

A Maranata Produções ressalta o carinho e respeito pelos artistas locais, de Bom Jesus e do Piauí, que sempre foram muito bem recebidos e tratados em todos os projetos da empresa. A Maranata Produções agradece a todos de Bom Jesus, Piauí e Brasil pela audiência. Assim como lamenta o ocorrido.

Lives, direitos autorais, regras das plataformas e publicidade:

Fazer lives com conteúdo intelectual de terceiros não é tão simples assim e demanda cuidados especiais, inclusive, jurídico.

As Lives estão tomando conta das redes sociais. As pessoas estão se reinventando para se comunicar com seus públicos, para expor seus trabalhos e, também para “monetizar” utilizando os recursos das plataformas digitais. As lives ganharam força e se tornaram um novo modelo de disseminação de conteúdo, conhecimento e entretenimento virtual. No entanto alguns pontos críticos passaram a chamar a atenção nos últimos dias.

Quais são as regras? Existem regras? Uma live com música de fundo, pode? Uma live contendo anúncios publicitários, pode?

São diversas questões envolvendo propriedade intelectual, direitos autorais, direito de marcas e claro: publicidade, pois onde houver audiência haverá publicidade. O tema é por demais extenso e complexo.

Recentemente a dupla sertaneja César Menotti e Fabiano teve a live no Youtube retirada do ar por conta de desconformidade com as regras da plataforma, segundo explicações dadas pelo Google, que é o proprietário do Youtube. Outros artistas como Pablo Vittar e Gustavo Lima também tiverem embate, porém diretamente relacionados a questões com o Conselho Nacional De Autorregulamentação Publicitária (Conar).

E sobre tocar ou cantar música de outros em apresentações públicas?

No Youtube, por exemplo, quando um vídeo infringe os direitos autorais, a plataforma pode encerrar automaticamente a monetização de quem postou o vídeo e transferir para a gravadora e/ou artista detentora dos direitos, como uma espécie royalties pelo uso da música. Além disso, os proprietários dos direitos autorais, podem utilizar um sistema chamado Content ID, para identificar e gerenciar o conteúdo deles no YouTube. Ao se deparar com uma “suposta” utilização indevida de obra autora, o sistema notifica o proprietário e lhe dá três opções: [1] bloquear a visualização de um vídeo inteiro; [2] gerar receita com o vídeo ao veicular anúncios (monetização) e, em alguns casos, ao compartilhar os lucros com o usuário que fez o envio; [3] rastrear as estatísticas de visualização do vídeo. NOVA FORMA DE PUNIÇÃO COM ALERTA (ATUAL): (Normal, Alerta, 3 Strikes).

Mais Lidas