28.2 C
Bom Jesus

Médicos do Piauí irão suspender atendimentos por três dias novamente

A categoria vai paralisar os serviços nos dias 05, 06 e 07 de junho.

Médicos e servidores públicos do Estado se reuniram em assembleia na terça-feira (29.05), no auditório do Sindicato dos Médicos do Estado do Piauí (SIMEPI), para tratar sobre as insatisfações, denúncias e falta de estrutura de trabalho nos hospitais estaduais.

A categoria discutiu e realizou uma votação que, por unanimidade, decidiu suspender os atendimentos pela terceira vez, salvo os casos de urgência e emergência, nos dias 05, 06 e 07 de junho.

Seguindo um movimento com responsabilidade, Samuel Rêgo, presidente do Simepi, enfatiza a importância do movimento e relata a omissão do Governo. “Esse silêncio do Estado é uma verdadeira omissão, o que piora a crise e o caos que se encontra a saúde. Nós temos propostas, mas infelizmente o Estado tem se posicionado com essa forma irresponsável. A categoria médica segue firme e unida na luta, pois o movimento não vai parar até que o governo entenda que precisa sentar e encontrar soluções para sair dessa crise”, comenta.

Lúcia Santos, diretora do Simepi e da Fenam, Federação Nacional dos Médicos, explica que o movimento é um grito de socorro da categoria. “A situação em que se encontra a saúde pública vem se arrastando e piorando ao longo dos anos. São estruturas físicas que colocam em risco os pacientes e nós médicos também, pois nossa profissão tem uma responsabilidade muito grande e isso vem sendo inviabilizado. O que a categoria vem pedindo é justo, pois são direitos, melhores condições de trabalho e o cumprimento da carreira médica”, explica.

Sobre a nota divulgada pela Secretaria de Saúde do Estado (SESAPI), Dra. Lúcia Santos comenta que não houve contrapartida do Estado em dialogar com a categoria. “Estamos à disposição para conversar, temos caminhos para isso e o nosso movimento é a única forma do Governo entender, quando não cumpre a sua função. Precisamos chamar a atenção da população e imprensa para o caos em que se encontra a saúde pública em nosso Estado”, enfatiza.

A categoria estará reunida em nova Assembleia Geral no dia 11 de junho (terça-feira), às 19h, no auditório do Sindicato dos Médicos do Estado do Piauí. Onde estarão avaliando e decidindo os novos rumos do movimento.

Portal Ponto X 2019 – Conectando o Sul do Piauí. Curti e siga as nossas páginas no Facebook @portalpontox no Instagram portal_pontox e no Twitter @PortalPontoX WEB TV PONTO X no YOUTUBE, INSCREVA-SE em nosso CANAL sugestão de matéria pelo WhatsApp (89) 98140-6391.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

Polícias Civil e Militar prendem traficantes em Bom Jesus.

A ação integrada das Polícias Civil e Militar de Bom Jesus resultou na prisão de um casal traficantes, na apreensão de um menor de...

Gusttavo Lima é censurado e decide não fazer mais lives, CONAR aponta irregularidades nas transmissões

A declaração foi feita horas depois do músico virar alvo do Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária), que apontou irregularidades nas propagandas de bebidas...

Adolescente de 15 anos morre afogado em barragem no Piauí

O jovem Lucas de Jesus Almeida, de apenas 15 anos, de família de Campo Grande do Piauí, morreu vítima de afogamento no início da...

Sindicato denuncia cortes de horas extras e cobra adicional de periculosidade igual para todos durante pandemia

A Direção do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde Pública do Piauí (SINDESPI) em reunião na última quarta-feira (15/04) com o diretor do...