logo-cabecalho

Siga nossas redes:

Homem de 37 anos morre eletrocutado na zona rural de Palmeira do Piauí

Um homem de 37 anos de idade, Raimundo Teixeira da Silva, (37 anos), popularmente conhecido por Raimundinho, morreu eletrocutado na manhã desse sábado (19), na Localidade Lagoa Grande, zona rural de Palmeira do Piauí, no Sul do estado.

De acordo com seu companheiro, Aroglei, eles estavam “campeando”, termo usado para procurar gado dentro do mato, quando ao passar proximo a um poste de energia da empresa Equatorial, que apresentava um problema, ele recebeu a desgarga elétrica.

Ainda segundo Aroglei, o cavalo também recebeu o choque, caiu e depois levantou e saiu correndo, já Raimundinho, caiu e, provavelmente sem vida. Ele ainda tentou uma massagem cardiaca, porém seu amigo não demonstrava reações. O braço da vitima chegou a queimar devido a desgarga elétrica.

Por sorte a tragédia não foi ainda maior, já que Aroglei e seu filho ao ver o amigo caido no chão não perceberam que teria sido um choque elétrico e imediatamente tentaram socorrer a vitima, o filho de Aroglei, conta que ainda recebeu um pequeno choque na mão ao se aproximar de Raimundinho, ele disse ainda que seu animal recebeu a desgarga maior e caiu, mas não chegou a morrer.

Segundo a reportagem do Portal Ponto X apurou, um isolador do fio da alta tensão se rompeu, o fio então ficou encostado a um pontalete de ferro que segurava o islodar, energizando o poste.

A família de Raimundinho, ressalta que está inconformada com a tragédia, pois segundo informaram a nossa reportagem, mais de 10 km da rede de energia está há anos sem roço e poda das árvores, representando um perigo constante para os pecuarista locais.

Moradores e fazendeiros ouvidos pela reportagem contam que existe um perigo constatnte na região e que chegam a ficar até cinco dias sem energia devido a falta de manuntenção na rede elétrica da Lagoa Grande. Um fazendeiro disse que passou no local onde Raimundinho morreu alguns dias atrás e perceberam o problema.

“Passamos aqui neste local há três dias, e percebemos que era perigoso passar alí, um vaqueiro chegou a receber uma pequena descarga.” Disse um fazendeiro.

Ele conta que esse tipo de problema nos postes de energia está aconetcendo em outros locais e que já informou a Equatorial, que passáros estão morrendo ao pousarem próximo ao fio de alta tensão. O homem diz ainda que moradores locais já tentaram por diversas vezes fazer uma parceria com a Equatorial Piauí, para fazer o roço e poda das árvores, Eles estão se colocando a disposição da empresa para ajudar no trabalho, temendo esse tipo de tragédia, porém a Equatorial ainda não deu nenhuma posição.

A Polícia Civil foi acionada, e relaizou perícia no local do acidente, o laudo deverá sair em 10 dias conforme o Delagdo da PC Jusiêr Santos. A empresa Equatorial foi imediatamente comunicada, pois havia risco de outras pessoas também receberem a desgarga. Uma equipe compareceu no local e fez os reparos necessários.

São inumeras reclamções que os consumidores de energia da cidade de Palmeira do Piauí fazem em relação a Equatorial Piauí, responsável pelo fornecimento no estado. Na localida Salina existe muitos postes de madeira, um chegou a cair em cima de uma residência, na sede do município parte da cidade está energia há pelo menos cinco dias devido a falha em um transformador, a empresa foi comunicada e disse que iria realizar a troca do equipamento, mas até a manhã desse domingo (20) ainda não resolveu o problema. Os comerciantes contabilizam os prejuízos.

Nota de Esclarecimento – Equatorial Piauí

A Equatorial esclarece que na manhã deste sábado (19), após fortes descargas elétricas no município de Palmeira do Piauí, um acidente vitimou um homem após tocar em uma estrutura energizada, danificada em função de uma das descargas, na comunidade Lagoa Grande, área rural da cidade.

A Distribuidora foi acionada logo após o acidente, por volta das 10h39, e enviou, em caráter de urgência, equipe para atendimento emergencial na região. Os técnicos realizaram o isolamento da área e prestaram todo o apoio necessário para as autoridades no local.

A distribuidora aguarda o resultado da perícia, e reforça que foi detectado na rede do local um equipamento de proteção diferente do instalado pela empresa, resultado de provável intervenção de terceiros na rede elétrica, o que deixou o circuito energizado, apesar do defeito. A empresa acompanha o trabalho de investigação e já acionou a delegacia de Bom Jesus para registro de boletim de ocorrência.

Houve interrupção no fornecimento de energia, sendo o serviço normalizado parcialmente por volta das 15hrs. As equipes continuam trabalhando hoje para normalizar 100% dos consumidores, após o renivelamento dos cabos e demais reparos necessários na rede.

A Distribuidora lamenta o ocorrido e reforça que somente profissionais habilitados podem intervir na rede elétrica. Além disso, orienta que as pessoas não se aproximem de condutores ou estruturas da rede elétrica no solo, e que, ao se deparar com situações como esta, registrem a demanda o mais rápido possível nos canais oficiais da empresa para que a ocorrência tenha atendimento prioritário.

VEJA TAMBÉM