Site emiliano 2019
BannerVirteX

A falta de infraestrutura nas rodovias está dificultando a vida dos produtores de grãos do Sul do estado.  A situação é precária há bastante tempo, o que impacta nos custos de produção para os produtores da região.

O Piauí tem se destacado na produção nacional como fronteira agrícola, os produtores geram uma grande riqueza, usam equipamentos de ponta, tecnologia avançada, colocam no mercado de trabalho milhares de pessoas, mas, infelizmente os tributos pagos por esses produtores infelizmente não são revertidos em melhorais para dar as condições necessárias para produzir no estado.

De acordo com o diretor da Aprosja-PI, Rafael Maschio, apesar da geração de emprego e renda, os produtores não veem um retorno satisfatório por parte do poder público. Somente no que diz respeito à pavimentação, a região de serrado têm um déficit de rodovias em torno de 500 km. “Nós estamos lutando com o governo do estado há vários anos para concluir pelo menos o primeiro trecho da Transcerrado, equivalente a um terço da rodovia que tem 340 km e desde 2013 quando foi licitado o primeiro trecho de 117 km e nunca foi concluído, foram seis anos para concluir apenas 80 km. A rodovia sai de Sebastião Leal e passa por Uruçuí, Currais, Bom Jesus, Monte Alegre ate Gilbués. Enquanto a rodovia não é feita, é o produtor que faz a manutenção de duas a três vezes por ano para pelo menos amenizar os atoleiros e garantir o mínimo de trafegabilidade”. Disse Rafael Maschio ao Ponto X.

A rodovia Transcerrado, PI-397 é o principal corredor de escoamento Norte/Sul.

Já a rodovia Leste/Oeste PI-392 que liga dois importantes produtores de grãos, Baixa Grande do Ribeiro a Bom Jesus, não tem um quilômetro de asfalto o que dificulta ainda mais o escoamento da safra. Baixa Grande do Ribeiro é o maior produtor de grãos do estado, o município cultiva mais de 150 mil hectares e Bom Jesus um grande polo. Em 2013 foi aberta uma licitação, mas, nenhum trecho dessa rodovia foi pavimentado até agora. A PI-392 está em estado precário, os produtores com recursos próprios fazem melhorias na rodovia na tentativa de amenizar a situação.

Os caminhoneiros estão com receio de fazer o transporte na região, mesmo os produtores pagando mais caro pelo frete, os motoristas preferem não trabalhar nessa área de serrado devido às péssimas condições de trafegabilidade das rodovias. Conforme a categoria, em período de chuva chegam a passar ate cunco dias atolados.

Portal Ponto X 2019 – Conectando o Sul do Piauí. Siga-nos no Facebook @portalpontox no Instagram portal_pontox e no Twitter @PortalPontoX

Comentários Facebook
GRILL_20cef98edeecd4b3df6ce2fdb3319e8e
Compartilhar