28.2 C
Bom Jesus

Em reunião com Bolsonaro, governador defende união para enfrentar crise

Bolsonaro anuncia a liberação de R$ 85,8 bilhões para fortalecer instâncias estaduais e municipais,

O governador Wellington Dias e os demais governadores do Nordeste se reuniram, nesta segunda-feira (23), por meio de videoconferência, com o presidente Jair Bolsonaro, o vice-presidente, Hamilton Mourão, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta e outros membros da cúpula do Governo Federal para discutir medidas a serem implantadas no combate à pandemia da Covid-19, infecção respiratória causada pelo Coronavírus, bem como seus efeitos socioeconômicos.

Na oportunidade, perante as demandas apresentadas anteriormente por governadores e prefeitos, o Governo Federal divulgou ações emergenciais para conter os danos da crise. Para tanto, a União anuncia a liberação de R$ 85,8 bilhões para fortalecer instâncias estaduais e municipais, sendo, deste montante, R$ 8 bilhões aplicados diretamente na Saúde; R$ 16 bilhões para a recomposição dos Fundos de Participação dos Estados (FPE) e Municípios (FPM), devido à queda de arrecadação; R$ 2 bilhões para Assistência Social; R$ 40 bilhões para operações e facilitação de crédito para estados e municípios, bem como R$ 9,6 bilhões para renegociação de dívidas destas instâncias de poder; suspensão de cerca de R$ 12,6 bilhões em dívidas dos estados junto à União.

De acordo com o governador, o objetivo é estreitar cada vez mais as ações e trabalhar em conjunto com o Governo Federal no enfrentamento ao Coronavírus. “Os recursos apresentados para a Saúde irão permitir os atendimentos necessário que as equipes municipais estão atuando. Ao mesmo tempo, permite as condições para que os estados possam trabalhar a média e alta complexidade, garantindo as condições de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e também a aquisição de equipamentos e medicamentos necessários para o tratamento de pessoas afligidas pela Covid-19”, destaca.

Para o chefe do executivo piauiense, no que diz respeito ao cenário econômico, os anúncios feitos pelo presidente Jair Bolsonaro são importantes para o funcionamento de Estados e Municípios, mas ainda aquém das demandas apresentadas. “Na pauta econômica, nós tivemos um atendimento parcial das demandas. Colocamos a necessidade de termos a base do ano de 2019 para a receita do FPE e do ICMS, pela queda da produção econômica que se avizinha. Isso nos traz a tranquilidade para mantermos o funcionamento dos serviços básicos de Saúde, Segurança e de situações emergenciais. No que diz respeito ao Fundo de Participação, fomos atendidos com a criação de um seguro que compensa as perdas, porém não tivemos as mesmas condições para o ICMS”, explicita o governador.

Renan Filho, governador de Alagoas, ressaltou a importância da reunião e sua representatividade para a união de esforços que o país necessita. “Esse problema não permite o trabalho isolado. Todos nós precisamos estar de mãos dadas. Parabenizo pelas decisões tomadas. Na carta, estávamos buscando alguns dos pontos que foram apresentados”, diz.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, ressaltou que os protocolos de Saúde estão sendo seguidos e que a União vem alargando a capacidade de atendimento. Segundo ele, no Brasil, a narrativa é diferente do que foi na Europa. “Lá, eles têm uma grande parcela da população já idosa. Nós estamos relativamente bem organizados e o Sistema Único de Saúde (SUS) está alargando sua capacidade. Somos um país jovem e temos pouquíssimas complicações”, acredita.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

Polícias Civil e Militar prendem traficantes em Bom Jesus.

A ação integrada das Polícias Civil e Militar de Bom Jesus resultou na prisão de um casal traficantes, na apreensão de um menor de...

Gusttavo Lima é censurado e decide não fazer mais lives, CONAR aponta irregularidades nas transmissões

A declaração foi feita horas depois do músico virar alvo do Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária), que apontou irregularidades nas propagandas de bebidas...

Adolescente de 15 anos morre afogado em barragem no Piauí

O jovem Lucas de Jesus Almeida, de apenas 15 anos, de família de Campo Grande do Piauí, morreu vítima de afogamento no início da...

Sindicato denuncia cortes de horas extras e cobra adicional de periculosidade igual para todos durante pandemia

A Direção do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde Pública do Piauí (SINDESPI) em reunião na última quarta-feira (15/04) com o diretor do...