28.2 C
Bom Jesus

Covid-19: Senadores Elmano e Ciro são favoráveis de prorrogar mandatos de prefeito e vereadores até 2022

O senador Elamo Ferrer, está coletando assinaturas de apoio a uma PEC para transferir as eleições deste ano.

Em meio à crise que envolve a pandemia de Coronavírus no mundo e no Brasil, o senador Elmano Férrer (PODEMOS) vai protocolar no Senado Federal proposta de emenda à Constituição que visa prorrogar os mandatos de vereadores e prefeitos eleitos nas eleições municipais de 2016, assim, unificando os pleitos eleitorais em eleições gerais a partir de 2022.

“Eu apresentei um projeto de emenda à nossa Constituição que prorroga os atuais mandatos de prefeito e vereadores de todo o Brasil, prorroga até 2022 quando nós passaríamos a ter eleições gerais de prefeito, vereador, deputado estadual, deputado federal, senador, governador, presidente e vice-presidente da República”, explicou.

A PEC deve tramitar inicialmente na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), em seguida no Plenário do Senado. Depois disso segue para a Câmara dos Deputados. O senador justifica que diante da gravidade da situação, dada a imprevisibilidade de retorno da normalidade, e da impossibilidade de realização do pleito eleitoral em outubro.

“Nós estamos numa situação no Brasil e no mundo de uma pandemia trazendo tumulto à vida das pessoas e dos Estados, entrando a vida individual, comercial, social e política, portanto, eu não vejo como Senador da República, as mínimas de termos eleições para vereador e prefeito este ano, por isso a justificativa do nosso projeto, da mais alta importância, sobretudo, se nós considerarmos que o Brasil vive hoje em estado de calamidade pública”, finalizou.

O senador Ciro Nogueira, presidente nacional do Progressistas, revela posição em relação a possível adiamento das eleições municipais deste ano:

“Sou totalmente favorável ao adiamento, por dois anos, das eleições. Acho que o partido deveria propor a doação do fundo eleitoral, que é no valor de 2 bilhões de reais, mais o custo do dia da eleição, que é de mais 2 bilhões, e já que não vai ter demanda na Justiça Eleitoral, nós reduzirmos em 50% o valor dos recursos destinados à Justiça Eleitoral, que anualmente é em torno de 8 bilhões  , diminuiria para 4 bilhões  . Se somar tudo, teríamos recursos no montante de 8 bilhões  de reais para doarmos para a saúde do nosso país. Seria muito mais importante do que termos a eleição este ano.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais Lidas

Polícias Civil e Militar prendem traficantes em Bom Jesus.

A ação integrada das Polícias Civil e Militar de Bom Jesus resultou na prisão de um casal traficantes, na apreensão de um menor de...

Gusttavo Lima é censurado e decide não fazer mais lives, CONAR aponta irregularidades nas transmissões

A declaração foi feita horas depois do músico virar alvo do Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária), que apontou irregularidades nas propagandas de bebidas...

Adolescente de 15 anos morre afogado em barragem no Piauí

O jovem Lucas de Jesus Almeida, de apenas 15 anos, de família de Campo Grande do Piauí, morreu vítima de afogamento no início da...

Sindicato denuncia cortes de horas extras e cobra adicional de periculosidade igual para todos durante pandemia

A Direção do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde Pública do Piauí (SINDESPI) em reunião na última quarta-feira (15/04) com o diretor do...