No primeiro prognóstico de 2020, a produção total de grãos esperada para o Piauí é um recorde na série histórica, da ordem de 4,89 milhões de toneladas. Isso representa um aumento de 10,84% em relação à safra obtida em 2019, que foi de 4,42 milhões de toneladas. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (11), pelo Instituto Brasileiros de Geografia e Estatística (IBGE).

A soja é o principal produto da agricultura piauiense, com cerca de 52% da produção, seguido do milho com cerca de 42%.

Veja como devem se comportar as principais colheitas:

– Soja: o prognóstico é de que a safra atinja 2,56 milhões de toneladas de grãos em 2020, um aumento de 10,15% em relação a 2019, quando atingiu 2,32 milhões de toneladas;

– Milho: a expectativa é de uma safra da ordem de 2,07 milhões de toneladas, um aumento de 12,85% em comparação ao colhido em 2019, que foi de 1,83 milhões de toneladas;

– Feijão: espera-se uma safra de cerca de 100 mil toneladas, um crescimento de 28,22% em relação ao obtido em 2019, que foi de cerca de 78 mil toneladas;

– Arroz: estima-se uma safra da ordem de cerca de 97 mil toneladas, um aumento de 23,86% comparado à produção de 2019, que atingiu cerca de 78 mil toneladas;

– Algodão: o prognóstico aponta para uma safra de cerca de 48 mil toneladas, crescimento de 26,64% em relação ao ano de 2019 quando a safra atingiu cerca de 38 mil toneladas.

Comentários Facebook