Antes propagada nos noticiários nacionais como a “rodovia da morte”, por causa dos violentos acidentes registrados nos mais de 640 quilômetros de percurso, a BR-135 terá a primeira etapa (140 quilômetros) de alargamento e recuperação asfáltica inaugurada dia 20 deste mês de dezembro, em Bom Jesus, Piauí, no governo de Jair Bolsonaro.

Agora batizada de “rodovia da soja”, a BR recebe cerca de R$ 350 milhões de investimentos do governo federal, via Ministério da Infraestrutura, pasta liderada pelo competente Capitão Tarcísio Freitas. Parte dos recursos por meio de emendas parlamentares impositivas direcionadas pelo senador Elmano Férrer (Podemos).

Concluído o trecho, que tem fluxo em torno de 4 mil veículos por dia, sendo na maioria carretas de grande porte, já impacta diretamente na redução em mais de 85% dos acidentes na região sul do Estado, considerada grande fronteira agrícola nacional no setor do Matopiba.

As duas últimas etapas têm início imediato e devem ser concluídas em 2020. As obras vão mudar a realidade do agronegócio na região nordeste do Brasil.

Comentários Facebook