28.2 C
Bom Jesus

Bolsonaro sobe o tom e ataca Alexandre de Moraes: “Deixa de ser canalha”

Presidente realizou discurso para seus apoiadores em ato de 7 de Setembro na Avenida Paulista.

O presidente Jair Bolsonaro realizou um discurso para seus apoiadores que se manifestam nesta 3ª feira (7.set), na Avenida Paulista, em São Paulo, e subiu o tom em suas críticas ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

“Ou esse ministro se enquadra, ou ele pede pra sair, não se pode admitir que uma pessoa apenas, um homem apenas, turve a nossa liberdade, dizer a esse ministro que ele tem tempo ainda pra se redimir, para arquivar seus inquéritos. Sai Alexandre de Moraes, deixa de ser canalha, deixa de oprimir o povo brasileiro, deixa de censurar”, disse o presidente de cima de um carro de som.

“O nosso povo sempre primou pela liberdade, sempre respeitamos as leis e a Constituição. Esse presidente sempre esteve ao lado da Constituição. Dizer a esses poucos que agora tudo vai ser diferente, nós continuamos nas quatro linhas da constituição, mas não admitiremos qualquer uma dessas jogando fora, queremos a paz, não podemos mais admitir que pessoas, que agem dessa maneira, continuem no poder exercendo cargos importantes”, esbravejou Bolsonaro, acrescentando que não mais obedecerá decisões de Moraes: “Ele para nós não existe mais”.

O presidente também falou sobre as eleições presidencias de 2022 e atacou o ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

“Não podemos ter eleições que pairem duvidas sobre seus eleitores, queremos eleições limpas, não queremos participar de uma farsa patrocinada pelo presidente do TSE”, afimou.

Bolsonaro disse ainda que “só Deus” o tira do poder: “Só saio preso, morto ou com vitória. Quero dizer aos canalhas que nunca serei preso”, concluiu o presidente.


Fonte: STB News

Mais Lidas