Professores da rede municipal de Redenção do Gurguéia fazem paralisação e reivindicam salários atrasados

Os professores pedem os salários atrasados, aumento de 7,64% do Piso Salarial Nacional que deveria ter sido implantado em janeiro de 2017, o terço de férias do administrativo entre outras.

128
Foto: divulgação - Prefeitura de Redenção do Gurguéia

Os professores da rede municipal da cidade de Redenção do Gurguéia realizaram, na manhã dessa quarta-feira (23), uma paralisação pedindo respostas sobre o atendimento de pendências, que estão sendo reivindicadas junto com o executivo municipal desde janeiro deste ano.

Esta já é a segunda paralisação que aconteceu apenas este mês. O Sindicato dos Trabalhadores em Educação (SINTERG), diz que as ações serão intensificadas e mais uma acontecerá neste sábado (26). Uma greve geral será feita caso as reivindicações não sejam atendias.

Os professores pedem os salários de novembro e dezembro de 2016 que não foram pagos, aumento de 7,64% do Piso Salarial Nacional que deveria ter sido implantado em janeiro de 2017, o terço de férias do administrativo entre outras.

Enquanto isso, alunos que já começaram o ano letivo em março de 2017, sofrem com a falta de transporte escola, da merenda e agora perdem aulas pelo descaso do governo com os servidores da educação.

Comentários