Caso de jovem torturado com tatuagem na testa ganha repercussão internacional

A mãe do tatuador Maycon Wesley Carvalho dos Reis, de 27 anos, disse que o filho está arrependido

39
Foto: divulgação - Jovem tatuado - Portal Ponto X

O caso do adolescente de 17 anos que foi torturado com uma tatuagem na testa com a inscrição “eu sou ladrão e vacilão”, em São Bernardo do Campo, interior de São Paulo, ganhou repercussão internacional. Os sites de notícias publicaram o vídeo que viralizou nas redes sociais e mostra o momento em que o jovem é marcado com a frase por Ronildo Moreira de Araujo, de 29 anos, e Maycon Wesley Carvalho dos Reis, de 27.

O site da rede de televisão britânica “BBC” publicou a notícia nesta segunda-feira com o título “adolescente brasileiro é tatuado com frase ‘eu sou ladrão’ acusado de roubar bicicleta”. A matéria diz que os dois homens que fizeram a tatuagem foram presos por tortura e citou a vaquinha online feita para arrecadar dinheiro para ajudar na remoção da tatuagem.

O jornal britânico “Daily Mail” também fez matéria sobre o caso destacando que o jovem pode ter sido humilhado para sempre com a tatuagem. O site também menciona a prisão de Ronildo e Maycon. O “Mirror” foi outro site britânico que publicou a história, ressaltando que o adolescente foi encontrado e negou o furto da bicicleta para a polícia.

O jornal de Portugal “Diário de Notícias” escreveu, no domingo, que Ronildo e Maycon “ficaram revoltados com o jovem e fizeram justiça com as próprias mãos”. A publicação cita ainda a família do jovem, que diz que ele é depende de drogas.

O adolescente estava desaparecido desde o último dia 31, mas foi encontrado por amigos no fim da tarde deste sábado. Depois de localizado, o garoto prestou depoimento no 3º Distrito Policial de São Bernardo do Campo e voltou para a casa da família. O jovem negou ter cometido qualquer furto. Os agressores foram detidos na madrugada de sábado.

A vaquinha online feita para ajudar o jovem já arrecadou mais de R$ 4 mil a mais do que a meta de R$ 15 mil estipulada pelos criadores da campanha.

A mãe do tatuador Maycon Wesley Carvalho dos Reis, de 27 anos, disse em entrevista ao G1 que o filho está arrependido por ter tatuado a testa de um adolescente de 17 anos com a frase “Sou ladrão e vacilão” em uma pensão em São Bernardo do Campo, no ABC. “Ele é um bom menino. Ele simplesmente, em uma atitude de nervosismo, agiu de maneira errada. Agiu por impulso, no calor da emoção.”

Maycon e o vizinho dele, Ronildo Moreira de Araújo, de 29 anos, foram presos na sexta-feira (9) após gravarem e compartilharem um vídeo no qual mostram o menor de 17 anos sendo tatuado na testa. “Ainda não caiu minha ficha, não acredito que ele possa ter feito isso”, disse a mãe. A Prefeitura de São Bernardo do Campo fez parceria com a Faculdade de Medicina do ABC para a realização da cirurgia de remoção da tatuagem na testa do adolescente.

Fonte: com informações G1

Comentários